terça-feira, 1 de julho de 2008

A GRANDE VIRADA!!!




No dia 12 de maio deste ano ao escrever meu primeiro “post” neste Blog relatei resumidamente a minha trajetória como corredor e sobre meu vício correr, e da “grande virada” que seria objeto de outro “post”.

Pois bem, hoje por inúmeros motivos chegou o dia de falar desta “Virada”, faço isso principalmente pelo fato de que o responsável por ela, estar hoje passando por um momento delicado e talvez essas minhas palavras tragam algum conforto e o motivem a continuar sendo quem é, e em busca de seus objetivos e metas.

Após praticar corridas por 15 anos e de ter participado de várias corridas de rua, de DUAS meia-maratonas e alguns short-thriatlons, comecei a sentir que minha motivação para correr estava diminuindo e que corria apenas para manter a forma.

Mas, por um desses mistérios da vida me mudei para um prédio novo e passei a ser observado (mesmo sem saber) por uma pessoa que entendia do “riscado”, e como um guru nipônico esperou pacientemente pelo momento certo de se aproximar de seu discípulo e com palavras sábias me fez perceber que eu estava estagnado e que sem os seus ensinamentos vitoriosos minhas corridas seriam sem evolução, MONÓTONAS e fadadas a uma decadência precoce.

Daquele dia em diante nunca mais um dia foi igual ao outro, e nenhuma semana foi igual a anterior, cada dia e cada semana e cada mês era um desafio novo, e quebrando paradigmas e platôs fui sentindo novamente o prazer de correr e mais do que isso de correr com “QUALIDADE”.

Novas palavras se incorporaram ao meu dicionário, Mesociclos, BPM’s, Volume, Tiros, longos, descanso, VO2, Vmáx, ácido láctico, “faca nos dentes”; “socar a bota” e etc...

E que venham os “educativos” (foto em destaque com o mestre “educando” o pupilo)

Antes de conhecer o “Mestre” (como carinhosamente é chamado), meu ritmo era pouco abaixo de 5 min/km e correr abaixo de 4 min/km era algo inimaginável, pois isso hoje já é possível e graças a um treinamento pormenorizado, científico e com os devidos cuidados médicos e mais ainda graças a uma paciência gigantesca do “mestre” em aturar meu Chorôrô, minhas desobediências e minhas indisciplinas.

Hoje estou correndo com uma nova postura, com mais conhecimento dos meus limites e do meu potencial, hoje já posso ser chamado de maratonista (completei a primeira em 20 de abril), hoje já planejo meu calendário e me imponho novos desafios e me preparo com a segurança de ter a ao meu lado um profissional do mais alto gabarito.

Por tudo isso e por me mostrar um novo mundo que eu não conhecia em matéria de corridas, por me proporcionar a Grande Virada na minha vida esportiva só me resta dizer :

OBRIGADO MESTRE! OBRIGADO PAULO DOMINGOS PEREIRA FILHO!

OBRIGADO PELA GRANDE VIRADA!!!!!!

Um comentário:

Fabiana disse...

Mano achei muito bonita essa homenagem, acredito realmente que nada é por acaso, vocês se conheceram para se tornarem grandes amigos e "mestre e discípulo" .
Paulinho como também conheço a sua força de vontade, seus pensamentos positivos,sua energia e garra, fica aqui também registrado o meu apoio para qualquer coisa que precises.
Força, muita fé, pois só assim vencemos!! Acho que já escutei isso de você!!Continue a acreditar, DEus nunca coloca no nosso caminho um fardo que não podemos carregar!!!

Fica com DEus!!Fabi!